Doutrina e Movimento

A Visão Espírita da Fé – A Grande Viagem

Portado por em 15 de março de 2011 às 7:29 am

A GRANDE VIAGEM Ele desejava alcançar o país da felicidade. Pra chegar lá, teria, antes, de atravessar uma densa floresta com naturais dificuldades e perigos. Procurou preparar-se para a grande viagem. Consultou roteiro traçado por viajores experientes, fortaleceu-se com exercícios apropriados, adquiriu vestes e apetrechos adequados. Quando se sentiu pronto, encetou a jornada. No começo, [...]

A Visão Espírita da Fé – A nossa fé

Portado por em 25 de fevereiro de 2011 às 5:45 pm

Que sabemos do que espiritual? Nossa fé é pequena e pouco…Como crianças, ante o imenso e complexo painel da vida, apertamos desordenadamente botões de comando e não obtemos efeitos imediatos, como queríamos, ou obtemos inesperados, ou que nem compreendemos. Mal fundamentada e sem obras, a nossa fé não tem podido produzir o que esperávamos. Diante [...]

ESPIRITISMO – A Doutrina e o Movimento – Kardec e a Codificação

Portado por em 9 de fevereiro de 2011 às 8:22 pm

Em 1854, Paris era a capital cultural do mundo e nos seus salões tornaram-se moda as tables tournantes (girantes ou dançantes). Primeiras experiências Um amigo informou sobre esse tipo de fenômeno ao Prof.Hypolite Léon Denizard Rivail. Discípulo do grande pedagogo Pestalozzi, o Prof.Rivail era também educador, autor de várias obras didáticas, membro de diversas academias [...]

Fatos Espíritas Através dos Tempos – Parte III

Portado por em 16 de janeiro de 2011 às 12:00 pm

O neo-espiritualismo Ainda no mesmo ano de 1850, em Rochester, cidade vizinha de certa importância, foi formada uma comissão especial para estudar os fenômenos, composta por homens dignos e respeitados, autoridades locais. Nas experiências realizadas por essa comissão, Isaac Post, estimado mendo da Sociedade dos Quakers, usou o alfabeto e as pancadas e, também, a [...]

Fatos Espíritas Através dos Tempos – Parte II

Portado por em 22 de novembro de 2010 às 9:42 am

Em 1847, Hydesville era um lugarejo do Estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Para ali se havia mudado, no final daquele ano, a família Fox, de religião metodista, constituída por John D.Fox, sua mulher e duas filhas adolescentes (Margarete e Katherine). A filha mais velha, Leah, já casada, morava na vizinha Rochester. A casa [...]

Fatos Espíritas Através dos Tempos – Parte I

Portado por em 14 de novembro de 2010 às 2:29 pm

Os seres espirituais, que são incorpóreos e libertos da carne, sempre se manifestaram a nós, os seres terrenos, que também somos espíritos mas estamos encarnados, animando corpos. Em todos os tempos, em todos os povos e lugares, há registro de fenômenos espíritas, dos mais diversos tipos e modalidades. A Bíblia mesmo, no Velho como no [...]

A Visão Espírita da Fé – Fé e Obras

Portado por em 14 de novembro de 2010 às 2:20 pm

Quando os discípulos indagaram: Por que não pudemos nós expulsá-los? Jesus esclareceu: Por causa da vossa pouca fé. Não produziu efeito esperado e possível? É pouca. Assim, também, a voltagem inferior não consegue mover um motor elétrico. No processo espiritual, a fé deve dar apoio ao sentimento à vontade para agir, edificar. Apoiado na realidade [...]

A Visão Espírita da Fé – Fé e Razão

Portado por em 24 de outubro de 2010 às 5:03 pm

Costuma-se pensar que fé e razão são coisas diferentes e até mesmo antagônicas, mas não são. O indispensável é que: 1) O exercício da razão não esteja entravado por preconceitos, como dizer: Não creio porque é impossível? Contra fatos, não há argumentos; 2) Impedida a usual comprovação mecânica ou sensorial, se aceitem outros elementos de [...]

A Visão Espírita da Fé – A Base Racional da Fé

Portado por em 17 de outubro de 2010 às 10:23 am

Que é a fé? O apóstolo Paulo responde que ela é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem. (Hb 11:1). Resposta absurda? Nem tanto, pois não vemos a evaporação das águas sob a ação do sol, mas temos a convicção de que ela ocorre. E com certeza [...]

A Visão Espírita da Fé – A Descrença de Phillip

Portado por em 10 de outubro de 2010 às 4:34 pm

No livro Servidão Humana, de W. Somerset Mauchan, a personagem central, Phillip, é um céptico, mais que isso, um descrente. Mas nem sempre fora assim. Em menino, lera no Evangelho que, tendo fé, a pessoa é capaz de mover montanhas e, na igreja, o reverendo, num sermão, acrescentara que se pedir em oração com fé, [...]